RENDA ATIVA SOLUÇÕES FINANCEIRAS

Menu do Site

Widgets

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
HOME  (29-10-2016)
BIBLIOTECA VIRTUAL  (22-01-2016)

ONLINE
1






Total de visitas: 211913

RENDA ATIVA. MEI-MICRO-EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

RENDA ATIVA. MEI-MICRO-EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

CONHEÇA AS VANTAGENS E OS BENEFÍCIOS DE SE TORNAR UM MICRO-EMPREENDEDOR INDIVIDUAL

 

Informalidade: É toda pessoa que trabalha com comércio ou prestação de serviços e não tem seus registros efetivados juntos aos órgãos governamentais ou seja, trabalham na grandestinidade. Essa modalidade traz prejuízos para ambas as partes. O trabalhador informal não conta com as coberturas socias oferecidos pelo governo tais como: tempo para aposentadoria, auxílio doença,auxílio maternidade, seguro contra acidente de trabalho etc. Para o governo o prejuízo é na arrecadação de tributos e no planejameto de ações sociais uma vez que não tem como cobrar impostos dessas pessoas.

Para sanar esse problema o Governo criou um sistema simplicado para tirar essas pessoas da informalidade e garantir seus direitos constitucionais além é claro com o objetivo de aumentar sua receita tributária. Surge então a figura do MEI

 

MEI- O que é isso?

Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um MEI legalizado.

Entre as vantagens oferecidas por essa lei está o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais.

Além disso, o MEI será enquadrado no Simples Nacional e ficará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Assim, pagará apenas o valor fixo mensal de R$ 37,20 (comércio ou indústria), R$ 41,20 (prestação de serviços) ou R$ 42,20 (comércio e serviços), que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS. Essas quantias serão atualizadas anualmente, de acordo com o salário mínimo.

Com essas contribuições, o Microempreendedor Individual tem acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros. No link abaixo você encontrará as informações mais detalhadas. acesse agora.

           http://www.portaldoempreendedor.gov.br/mei-microempreendedor-individual

 

Leia também:

Franquias Gratuítas.

 

Um grande abraço

Sucesso.

Edison C. Gonçalves